Jornal O Espaço - Edição 426

Jornal O Espaço - Edição 426

Rua Tocantis, Qd. 16, Lt 5 Bairro Santo Agostinho Rio Verde - Goiás CEP. 75.904-700 (64) 3612 - 1550 (64) 9988 - 5392 contato@oespaco.com.br redacao@oespaco.com.br Diretor e Editor João Freitas Reg. Prof. GO nº 01393 Fotos Pacheco Volnei Mendonça Colaboradores Nilda Barros Tiragem 6 mil exemplares 02 Os Bastidores da Política O Espaço - 426 - RIO VERDE - GO 01 a 15 de agosto de 2018 João de Freitas Danilo Moraes de volta a política Publicitário e profission- al de marketing político e eleitoral, o ex-secretário de Comunicação de Juraci Mar- tins, Danilo Moraes será o coordenador de marketing do pré-candidato a deputa- A Assembleia Legislativa recebeu projeto de lei de nº 3280/18 do Tribunal de Justiça que altera a Organ- ização Judiciária do Esta- do de Goiás. A propositura cria novas varas e juizados em comarcas de diversos municípios goianos, cria e extingue cargos vagos de desembargadores, promove a remoção de magistrados e cria outras funções. O parlamentar, que é líder do PDT na Assembleia Leg- islativa, apresentou cinco emendas ao projeto origi- nal, após vários debates com representantes do TJ/GO, no intuito de evitar prejuízos aos servidores do judiciário, trazendo melhorias para os cidadãos. “Ressalvo que fiz emen- das que considero extrema- mente justas e importantes. Agradeço a mobilização Dentre as emendas propostas por Karlos Cabral A primeira emenda retira o item que previa e extinção de 402 vagas do quadro efetivo. Desde 25/07, Kar- los Cabral em articulação com representantes do Tri- bunal de Justiça, demostrou que não haveria impacto orçamentário nas receitas a manutenção dos referidos cargos. Com base na justi- ficativa, o Tribunal entendeu que não faria sentido a ex- tinção dos cargos efetivos, especialmente por conta da criação das novas varas. Outra emenda apresentada por Karlos Cabral, condiz com a criação da Segunda Vara da Família e Sucessões, em Rio Verde. Visando a urgência da criação, já que atualmente tramitam em torno de 6 mil processos na comarca e o município ne- cessita ser atendido propor- Karlos Cabral derruba a extinção de cargos efetivos do TJGO e cria a Segunda Vara da Família em Rio Verde Emenda de Karlos Cabral é aprovada Mucio Bonifácio – Diretor Administrativo do Estado Rio Verde, terra onde nasci e cresci. Hoje tra- balho na capital, mas não te esqueci! Nos meus pensamentos muitas lembranças e saudades. Cidade querida do meu caroção. Parabéns Rio Verde, 170 anos! cionalmente. Karlos Cabral é servidor do TJGO no mu- nicípio e defende a ampli- ação das Varas de Família para aprimorar a prestação jurisdicional. Cabral também propôs mais uma nova Vara Criminal em Rialma, já que, segundo os dados do próprio Tribunal, a comarca está com uma taxa de congestionamento de quase 80% e necessita de mais uma Vara judicial, devi- do ao alto número de proces- sos para somente uma única vara analisar. A última emenda estabelece que sejam nomeados primei- ramente as pessoas que fo- ram aprovadas no último concurso realizado pelo Tri- bunal de Justiça do Estado de Goiás e estão no cadastro de reserva. “Apresentei emenda para que sejam priorizados os aprovados no último con- curso para ocupar as vagas de provimento efetivo que serão preservadas. Isso não prejudica o Tribunal e faz justiça aos colegas concursa- dos” frisou o parlamentar. Carlos Kabral é um dos polítcos rio-verdenses que se ientifica muito com o poder legislativo, prova disso, são os resultados para o povo. de todos os colegas que em nome dos servidores do ju- diciário se mobilizaram e ga- rantiram a aprovação dessas emendas” declarou Karlos Cabral ao final de sua fala na Tribuna. do federal do MDB de Rio Verde, Tchequinho. Além da experiência profis- sional, o publicitário tem experiência política e partic- ipação em vários governos. Lucivaldo Medeiros – Presidente da Câmara Municipal de Rio Verde Um grande abraço a todos os rio-verdenses, que com seu trabalho tornam nossa cidade um lugar cada vez melhor para se viver! PARABÉNS RIO VERDE! Mudança de Trânsito no Túnel da Gameleira As rotatórias do túnel que liga o Bairro Gameleiras ao Centro da cidade já estão saturadas, principalmente, com a chegada de mais uma grande empresa atacadista na região, que abrirá as portas no próximo mês Jornal O Espaço – O que será mudado na região sul, nos túneis de acesso aos bair- ros Renovação, Gameleiras e Promissão? Talita Caetano arquiteta, urbanista e mestre de en- genharia de transporte, é atualmente, responsável pela parte de engenharia de trânsito junto a AMT – Desenvolvemos um plano de mobilidade urbana para Rio Verde e, dentro desse plano, em questão de trânsi- to e tráfego, entendemos que os pontos de ligação entre o centro da cidade e os bairros Renovação e Gameleiras, através de seus túneis, são al- guns dos pontos mais críticos da cidade. Para essa região, desenvolve- mos um projeto que alcança o crescimento futuro da ci- dade, para ordenar da melhor forma, o trânsito de veículos na localidade. As duas ro- tatórias, tanto na que fica em frente a Ravel, nas proximi- dades do Atacadão, quando a que fica no início da Avenida Flamboyant, serão extintas e vamos colocar semáforos. Serão cruzamentos sema- forizados, do mesmo modelo que estão sendo implantados na Avenida, que é um projeto da Escola de Engenharia da USP São Carlos. Serão instalados totens sema- fóricos, faixas brancas com fundo azul, setas brancas in- dicativas com fundo vermel- ho. Assim, conseguiremos um melhor ordenamento do trânsito, já que atualmente, a circulação é muito confu- sa; o número de acidentes é alto. Essas medidas visam melhorar o tráfego em todos esses sentidos. Outro ponto relevante, é que a rua que passa em frente ao Atacadão será transformada em avenida, com canteiro central. Também faremos mudanças naquela pequena rotatória em frente ao Sest Senat. Vamos melhorá-la, fazendo algo descente e bem idealizado, onde até mesmos os caminhões farão o contorno com facilidade, tendo espaço suficiente, sem atrapalhar e tumultuar ainda mais o trânsito. O Espaço – Por que ainda não foram inaugurados to- dos os semáforos da Aveni- da Presidente Vargas? Talita Caetano – Porque o processo de mudança é lon- go e difícil, o que impossi- bilita de fazermos tudo de uma só vez. Isso é feito em etapas. Começamos fechan- do os canteiros centrais, onde não haverá mais cru- zamentos com a presidente Vargas; depois, colocamos os totens semafóricos, que são os novos modelos de semáforos; e, agora, esta- mos colocando a sinalização vertical e pintando a si- nalização horizontal. De- pois disso, os semáforos começam a funcionar e ain- da, todos os cruzamentos na avenida presidente Vargas serão semaforizados. Por exemplo, já temos dois cruzamentos prontos e de- finitivos, que estão nas ruas Enio Fernandes e JK, próx- imas ao trevo, saída para Goiânia. Nossa pretensão é finalizar todo o trabalho previsto na avenida, do tre- vo, saída para Goiânia, até a Avenida João Belo até dia 5 de agosto. O gestor da AMT Airton Vieira da Silva, também falou sobre as mudanças: “Chegou o momento de or- ganizarmos o trânsito nes- sa região da cidade, mais precisamente, nos acessos através do túnel que liga o centro ao Bairro Gamelei- ra. Está chegando um novo empreendimento grande, o que vai aumentar o trânsito de veículos e as mudanças já eram exigidas há anos, pois os problemas são antigos”. “A Escola de Engenharia da USP São Carlos trouxe soluções para esse caso específico, que será re- solvido através de melhor elaboração de circulação e implantação de semáforos, retirando também, algumas rotatórias. As mudanças que estão sendo efetivadas ben- eficiarão toda a população rio-verdense. ”

RkJQdWJsaXNoZXIy